OKRs para marketing e o impacto dentro do planejamento

OKRs para marketing e o impacto dentro do planejamento

Com essa metodologia seu planejamento de marketing vai ficar muito mais ágil, sem perder o foco estratégico.

Com o avanço tecnológico cada vez mais rápido, assim como a concorrência cada vez mais acirrada, montar um planejamento estratégico de marketing engessado, de longo tempo, está cada vez mais inviável. Geralmente, as empresas montam um plano anual, o segue até o fim (quando seguem), e, só quando termina, que os sucessos e fracassos são apurados, fazendo com que os resultados das ações fossem prejudicados, dada a dificuldade de perceber e responder as mudanças nos ambientes de marketing.

Para ajudar as empresas a se adaptarem mais rapidamente às dinâmicas de cenários, nasceu uma metodologia dentro da Google (que virou queridinha das startups): a metodologia da OKR – Objective and Key Results.

O que é OKR e o seu impacto na empresa?

Esse framework se resume em: é definido um objetivo inspirador e para medir o sucesso deste, são estipulados resultados chaves quantitativos, ou seja, devem ser medidos em números. 

Essas OKRs são divididas em duas abordagens: os objetivos estratégicos anuais, estabelecidos pela alta gestão, e os trimestrais, estabelecidos pelos times.

OKRs estratégicos 

O primeiro grupo, dos objetivos estratégicos, é definido pela alta gestão da organização. Neles são estipulados a visão a longo prazo que a empresa deve tomar no ano, e englobam a companhia toda de forma geral, sem definir o que cada time deve fazer (isso será definido posteriormente).

Veja esse exemplo de OKR estratégicas:

Objetivo: Entrar no mercado com o pé direito

KR1: Faturar R$ 5mi 

KR2: Crescer share em 15% 

Esses resultados-chave envolvem a empresa inteira. Afinal:

  1. Marketing precisa fazer uma comunicação assertiva e gerenciar muito bem os 4Ps
  2. Vendas precisa otimizar seus processos
  3. Operações precisa garantir a qualidade do produto

Todas essas ações acima são sinérgicas e necessitam da participação de todos, contribuindo para uma cultura de colaboração constante, essencial para cumprir os objetivos estratégicos.

Objetivos trimestrais

Agora os objetivos trimestrais são definidos pelos times (ou departamentos, dependendo da empresa), eles são mais a curto prazo, ligados ao trimestre, e devem estar estritamente ligados aos objetivos estratégicos. 

Mas por que há separação dos objetivos do trimestre com os anuais (estratégicos)? 

Porque essa metodologia garante, com essa divisão, que a empresa esteja de acordo sempre com os ambientes que ela está inserida, permitindo respostas rápidas a qualquer mudança. No estratégico, temos a visão a longo prazo de onde a empresa quer chegar; já nos táticos são ações mais de curto prazo que vão ajudar a organização a chegar no longo prazo.

Confira alguns exemplos de OKRs trimestrais:

Marketing

Criar uma máquina de aquisição de clientes

  1. Crescer em 50% os seguidores nas redes sociais
  2. Conquistar 300 novos leads
  3. Garantir que 75% dos leads sejam qualificados para venda

Vendas

Conquistar o coração dos nossos contatos

  1. Faturar receita de R$1mi 
  2. Fechar 80% das reuniões

Recursos humanos

Montar o melhor time dos sonhos

  1. Fazer onboarding humanizado em 100% dos novos talentos
  2. Obter engajamento de 90% da empresa nas ações internas
  3. Obter em eNPS de 90.

Veja como todos eles envolvem, de alguma maneira, o objetivo estratégico. Com isso a gente garante que a empresa conquiste os objetivos de forma mais rápida.

Uma peculiaridade das metas das OKRs é que elas devem ser audaciosas, mas não ao ponto de serem irreais e desmotivar o time.

Impacto das OKRs no marketing

A metodologia da OKR, quando aplicada ao marketing, permite que a equipe ganhe agilidade em adaptar ações conforme a instabilidade dos ambientes em que a organização está inserida. 

Também, o pensamento orientado a dados é desenvolvido, garantindo, nas rotinas do framework, que todas as metas estabelecidas sejam acompanhadas com mais proximidade, fazendo com que as táticas sejam constantemente revisadas. Legal, né?!

Quer implementar no seu time, mas não sabe por onde começar? Confira abaixo alguns exemplos abaixo, basta só substituir os dados pelos seus.

Marketing e Vendas

Criar uma máquina de aquisição

  1. Captar 300 novos leads por canais digitais
  2. Garantir que 60% dos leads que vão para vendas sejam qualificados
  3. Diminuir o CAC em 10%

Comunicação

Criar um diálogo incrível com leads e clientes

  1. Aumentar a taxa de abertura dos emails em 30%
  2. Aumentar as interações em 20% nas redes sociais
  3. Aumentar em 60% tráfego de origem das redes sociais
  4. Baixar taxa de rejeição média no blog para 30%

Operação em Marketing (Marketing Ops)

Fazer do time de marketing uma máquina de criatividade

  1. Ter uma média de entrega de 100%
  2. Diminuir em 50% o tempo de aprovação 
  3. Ter 100% das ações de marketing mapeadas em um dashboard

Esses são alguns exemplos de OKRs, aqui separamos por áreas dentro do marketing. Mas, se a sua equipe é enxuta, com poucas pessoas, não há a necessidade de separar por áreas. 

Aqui vai algumas dicas para elaborar a OKR:

  • Seja audacioso com a meta, mas não ao ponto de desmotivar, por ser impossível 
  • Evite cair no resultado-chave tarefeiro. Toda KR deve ser baseada em números. Nada de “montar uma campanha”, pense no resultado que quer obter no fim do trimestre, as ações virão a partir do resultado: para alcançar 300 leads, nós vamos lançar uma campanha…”
  • Seja regrado com as rotinas de check-in de OKR, você pode se superar com resultados se vistos a tempo.

Por fim, a OKR é uma metodologia muito interessante para departamentos de marketing que querem investir na agilidade e adaptabilidade em realizar o planejamento estratégico.

Curtiu o post?! Que tal receber artigos assim direto na sua caixa de entrada? Assine a newsletter e fique sempre atualizado com insights e tendências do mundo do marketing. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Made with Pacer. Powered by WordPress.